terça, 11 de maio de 2021 - 20:29h
Cenários do Amapá (atualização - 2021)
Obra do Jornalista e Historiador Wellington Silva contém informações diversas sobre os municípios do Estado do Amapá
Por: Eduardo
Jornalista e Historiador Wellington Silva

Cenários do Amapá tem nova atualização de dados

O historiador e jornalista Wellington Silva atualiza e novamente lança, com o apoio do Excelentíssimo Senhor Secretário de Planejamento do Amapá, Doutor Eduardo Corrêa Tavares, sua obra intitulada Cenários do Amapá.
A obra contém o histórico dos municípios do estado do Amapá, assim como população estimada dos 16 municípios, área da unidade territorial por km², densidade demográfica (hab/km²), gentílico, prefeitos, domicílios, estabelecimentos, total de endereços e de edificações por unidade municipal; Produto Interno Bruto, IDH e finança pública; docentes, escolas e matrículas no pré-escolar, ensinos Fundamental e Médio, por município; estabelecimentos de saúde, serviços e leitos; produção agrícola (lavoura permanente e temporária); extração vegetal e silvicultura e atividade pecuária, por município.
Todas as fontes atualizadas dos dados registrados na publicação estão baseadas nas novas informações do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O historiador e jornalista informa que cada dado estatístico, no site, será atualizado, sempre que necessário, na medida em que o IBGE alimentar seu banco de dados com novas informações. Para evitar plágio, o documento foi registrado no 2º Ofício de Notas e Anexos, Cartório Cristiane Passos, sob o nº 22191, Livro 135-B, protocolado sob o nº 22191 do Livro 017-B, e na Biblioteca Nacional, Escritório de Direitos Autorais.
De acordo com Wellington Silva, “sua linguagem simples foi construída como necessária ferramenta de informação a fim de que todos saibam, gratuitamente, quer seja o cidadão comum, estudante, comerciante, investidor, autoridades federais, estaduais e municipais, quais são os últimos ou atuais cenários que cada município apresenta dentro de suas especificidades”.
O historiador afirma que Cenários do Amapá “é um singelo trabalho com a intenção de contribuir para que formatado em forma de documento sirva de ferramenta de pesquisa, bem como orientação de informação ao desenvolvimento regional, tomando por base os dados apresentados”. O autor evita o uso de gráficos complexos para não avolumar demais a obra e, por conseqüência, dificultar um pouco a leitura e o entendimento do cenário apresentado a pessoas não familiarizadas com esse tipo de informação estatística. Seu objetivo é repassar a informação a todos, indistintamente e gratuitamente.
Quem é o autor
Formado em História pela Faculdade de Macapá (Fama), Wellington Silva é filiado à Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj). Foi Editor de Cultura do Jornal Combate, de 1984 a 1987, e Editor e Redator desse órgão de imprensa, de 1987 a 1988, tendo atuado em 1993 como Redator do Jornal Hoje Amapá.
Wellington Silva exerceu a função de Assessor de Comunicação no governo de Anníbal Barcellos (1991 a 1993) e no governo de Waldez Góes, no período de 2003 a 2010. Em 1995 trabalhou como Secretário Executivo para a implantação e funcionamento do Conselho de Desenvolvimento Industrial do Estado do Amapá (Portaria nº 002/95-Condi/AP). Em 1997 atuou como Secretário Administrativo para a implantação e funcionamento da Comissão Permanente de Licitação da Coordenadoria Estadual de Indústria, Comércio e Mineração (Decreto nº 1362), bem como do Programa do Mobiliário (Promob).
Desde o ano 2000 o historiador e jornalista atua como Redator do Caderno Nota 10, do Jornal Diário do Amapá, e como Articulista do Sistema Diário de Comunicação. Em 2003 foi nomeado Assessor de Comunicação da Secretaria de Estado da Comunicação do GEA (Decreto nº 2391 de 10 de março de 2003). Nesse mesmo ano trabalhou na elaboração do projeto ‘O Estado e Você’, para a Rádio Difusora de Macapá (RDM), na Gestão de Ronaldo Picanço.
Em 2005 Wellington trabalhou como Apresentador do programa Agenda do Servidor, na RDM. Em 2009 atuou como Redator da Revista Mulher e em 2011 na qualidade de Assessor de Comunicação da Setec (Decreto nº 2512 de 25 de abril de 2011). Em 2012 é Indicado por servidores da Secretaria de Planejamento (Seplan) para participar ativamente da Etapa Estadual e da Etapa Macrorregional da Conferência Nacional de Desenvolvimento Regional, em Belém do Pará, na Sudam, atuando como Relator do Eixo Temático Fontes de Financiamento para o Desenvolvimento Regional.
Em 2013 é novamente indicado por servidores da Seplan para participar da Conferência Nacional de Desenvolvimento Regional, em Brasília (IDF), atuando ativamente na Comissão Organizadora da Frente Norte-Nordeste para aprovar propostas em benefício da Amazônia Legal. Em 2015 de novo foi indicado por servidores da Secretaria de Estado do Planejamento e nomeado, através das Portarias de nº 08, 011, 014 e 031-Seplan, para representar o Amapá no Congresso Nacional com o objetivo de tratar de assuntos referentes às emendas a Medida Provisória nº 660 de 24.11.2014, que regulamenta a Emenda Constitucional nº 079/2014, para tratar da transposição e enquadramento de servidores do ex-território federal do Amapá. Também foi Diretor de Comunicação e Bibliotecário da Academia Amapaense Maçônica de Letras (AAML)
Obras publicadas, premiações e projetos
Marabaixo Folclore Amapá (1990); Coletânea de Poetas, Contistas e Cronistas do Meio do Mundo (2010); 1º lugar no Concurso de Slogan realizado pela Comoci/DAC/Seec (1986) com premiação no valor de Cz$ 300,00 (trezentos cruzados); homenageado com Medalha de Honra ao Mérito pelo Movimento Artístico Popular do Amapá (Moap-AP) e Sesc-AP pela passagem do Dia do Poeta e pelos relevantes serviços prestados à cultura amapaense (1988). Nesse mesmo ano foi elogiado pela Auditoria Geral do Estado do Amapá em função da Comissão de Licitação da Coordenadoria Estadual de Indústria, Comércio e Mineração apresentar boa coordenação em seus trabalhos, estando os processos devidamente ordenados de acordo com a Lei nº 8.666/93.
Em 2016, o historiador e jornalista idealiza e organiza o I Encontro da Diversidade Cultural e Religiosa no Estado do Amapá, evento realizado no Museu Sacaca, através da Academia Amapaense Maçônica de Letras (AAML), no período de 20 a 21 de outubro de 2016. Em 2017 participa como membro organizador do Projeto Irmanar Amapá e como Relator do Eixo Temático Aprendiz e Companheiro, evento organizado pela Maçonaria amapaense na Câmara de Vereadores de Macapá com o objetivo de discutir questões sociais, maçônicas, regionais, econômicas, políticas e culturais do Amapá e do Brasil.
Em 2017, novamente Wellington idealiza e organiza o II Encontro da Diversidade Cultural e Religiosa no Estado do Amapá, no Museu Sacaca, através da Academia Amapaense Maçônica de Letras, dia 13 de outubro de 2017. Também em 2017 participou da obra coletiva ‘Do Sonho à Realidade’, lançada pela Academia Amapaense Maçônica de Letras, no dia 3 de marco, na Biblioteca Pública ‘Elcy Lacerda’.

Baixe e veja o Livro: Cenários do Amapá

NEWSLETTER

Receba nossas notícias em seu e-mail ou celular.

SEPLAN - Secretaria de Estado do Planejamento
Av. Fab, 1129 - Santa Rita, Macapá - AP, 68900-066 - (96) 2101-4601 -
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2017 - 2021 Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá